Como lidar com as diferentes gerações no local de trabalho?

Lidar com diferentes gerações no local de trabalho pode ser uma tarefa igualmente difícil para jovens e idosos. Mas, devido à mudança de comportamento das pessoas e aos tipos de trabalho do século atual, enfrentar essas diferenças geracionais se tornou fundamental.

Aqui estão algumas dicas para tornar seu ambiente de trabalho mais confortável:

  • Evite as ideologias da época;
  • Seja útil;
  • Não misture pessoal e assuntos profissionais.

Mas se fosse assim tão simples, roupas de trabalho e desacordos seriam menos comuns, certo?

Não se preocupe! Hoje você entenderá como diferentes gerações podem se entender e trabalhar em direção a um objetivo comum: alcançar grandes resultados!

Diferentes gerações no local de trabalho são um grande sinal!

A expectativa de vida brasileira aumentou. Embora pesquisas recentes tenham descoberto esse fato, jovens e adultos enfrentam situações cotidianas e trocam experiências, valores e até cultura entre si no trabalho.

À medida que nos tornamos ativos na velhice, por necessidade ou prazer, precisamos continuar trabalhando e buscando desafios.

Este é o curso natural que seguimos quando nossa expectativa de vida aumenta.

Mas isso nem sempre é agradável para todos. A adaptação pode ser realmente difícil quando nenhuma das partes se rende à mudança.

Diferenças de valores, criação, adaptação a novas tecnologias e conceitos, políticas internas e externas … Tudo isso pode se tornar um tópico de discussão em algum momento.

A resposta curta: deve haver compreensão, tolerância e adaptação.

Abaixo você pode ver como chegar lá!

Pesquise oportunidades a qualquer momento

É natural examinar primeiro os problemas mais comuns no relacionamento entre jovens e idosos. Mas você pode ver um lado positivo de tudo: a troca de experiências!

Várias oportunidades surgem com diferentes gerações no local de trabalho.

Quando pessoas de diferentes idades trabalham juntas, elas podem aprender maneiras novas e emocionantes de obter grandes resultados – juntas.

Naturalmente, o grau de troca de experiências depende muito do tipo de empresa, da disposição dos funcionários e de quão favorável é o ambiente de trabalho para a aprendizagem mútua.

As empresas familiares tendem a ter uma mente menos aberta em relação à gestão de estranhos, enquanto as startups e empresas com modelos mais modernos estão mais abertas a mudanças e melhorias.

Qualquer que seja a sua idade, esteja pronto para se adaptar ao ambiente em que está entrando. Essa adaptabilidade provará ser uma habilidade valiosa em sua carreira.

A integração é sempre bem-vinda!

As pessoas e os profissionais de gerenciamento de recursos humanos devem estar sempre vigilantes.

A integração e união das equipes corporativas é importante, mas deve ocorrer estrategicamente.

Todo mundo trabalha na empresa para alcançar resultados. Todo mundo precisa acreditar no que faz e como fazê-lo.

É importante a dinâmica e os momentos em que os funcionários se conscientizam do impacto de seu trabalho nas funções dos colegas e na maneira como o trabalho geral gera resultados.

Esse tipo de ação reduz a miopia operacional e ajuda a liderança a identificar falhas no processo.

A resolução de tais situações pode levar a setores mais integrados e a resultados mais fortes por meio de aprendizado e treinamento contínuos.

Quebrando o choque cultural: geração X, Y, Z …?

Esses nomes estão por toda parte. De onde vem essa geração X, Y, Z? E a geração do milênio?

Diferentes gerações no local de trabalho trazem desafios, oportunidades e muitas diferenças. Saber entender cada pessoa e de onde vêm seus hábitos é essencial.

Apesar dos termos, nem tudo é novo. Para quem estuda Administração e Marketing, esses nomes são conhecidos antigos. Abaixo você entende o que todos representam.

Baby boomer

São pessoas nascidas entre 1946 e 1964. Eles têm uma forte conexão com seu trabalho, mesmo que alguns já estejam aposentados. Eles passam anos na mesma empresa e geralmente só têm um emprego por toda a vida.

Geração X

São os que nasceram de 1965 a 1980. A geração X aprecia a liberdade e conhecia a Internet quando nasceu, então eles trazem consigo muitas culturas diferentes, os efeitos da globalização e o valor de sua criatividade como força.

Você pode gostar disto...

Eles são muito apegados às suas famílias e apreciam a flexibilidade.

Geração Y

Eles são os millennials! Eles geralmente não estão interessados ​​em atividades que não parecem interessantes ou úteis a longo prazo.

Nasceram entre o final dos anos 80 e o começo dos anos 90 e gozam de liberdade, alta flexibilidade no local de trabalho e o máximo de criatividade e imaginação possível.

Eles podem até concordar com a geração X, mas encontram resistência ao vínculo com os baby boomers, principalmente por razões éticas, políticas e econômicas.

Geração Z

Os nascidos entre o final dos anos 90 e o início dos anos 2000. Altamente conectados, sempre descobrem coisas novas e fazem escolhas de carreira no começo.

Eles tendem a se tornar dependentes da tecnologia e não se adaptam facilmente às idéias da geração X e dos baby boomers, como a geração Y.

Você viu ?! Imagine quando essas diferentes gerações começarem a discutir política, economia, trabalho e ideologias.

No local de trabalho, isso pode se tornar uma verdadeira bagunça. Portanto, é fundamental entender como cada indivíduo trabalha dentro desses perfis.

Como tratar as diferentes gerações no local de trabalho?

Conforme discutido neste artigo, vimos que há vários pontos a serem considerados para lidar com diferenças geracionais e, no local de trabalho, é importante pensar em:

As diferenças são importantes para o crescimento da empresa. É a partir deles que temos a oportunidade de explorar situações de uma perspectiva diferente. Isso pode resolver problemas de maneiras mais eficazes e até produzir resultados ainda maiores.

Divirta-se e dê uma olhada: como combinar as gerações X, Y e Z na área de trabalho!

O ambiente de trabalho pode ser leve, mas as regras devem existir. É necessário construir um local baseado no respeito, entendimento e colaboração. Esses pilares ajudam a desenvolver um fluxo de trabalho mais saudável e produtivo.

Procure ferramentas e dinâmicas que tornem a integração entre gerações mais fluida, como a gamificação.

O Gamification aplica técnicas de jogo em ambientes reais, tornando o treinamento mais eficaz e ajudando as pessoas a se engajarem e alcançarem seus objetivos diários.

É através desse processo que a empresa pode identificar mais facilmente os perfis dos funcionários e incentivar um sentimento de realização no trabalho.

Dessa forma, você obterá benefícios diferentes, aprimorando as relações inter geracionais no local de trabalho.

Você pode gostar disto...

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | |

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.